segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Para se apaixonar

Friozinho no Rio de Janeiro, nada melhor do que alugar um filme, pedir comida e nem sentir o tempo passar. Foi justamente o que fiz, na noite gelada de sábado para domingo. Quem me conhece sabe que sou cinéfila. Já fiz até faculdade de cinema e como jornalista cheguei a escrever algumas críticas para alguns sites. Escolhi dois filmes que vão fazer as pessoas mais românticas suspirarem.

Antes do Amanhecer
Bom, resolvi escolher um filme antigo que já tinha visto há muito tempo: “Antes do amanhecer”. Um filme lindo, suave  e com diálogos encantadores. Desde que foi lançado em 1995, o filme conquistou seu lugar nos corações românticos ao falar com sinceridade e despretensão do inesperado sentimento entre dois jovens desconhecidos. A história é: O americano Jesse e a francesa Celine se conhecem em um trem, se encantam um pelo outro e decidem saltar juntos em Viena. Na base de muito diálogo os dois passam uma noite inteira juntos, visitando diversos locais e se apaixonam. Porém, há um problema: ambos irão continuar seguindo seus diferentes caminhos no dia seguinte. Romance, humor e até filosofia permeiam o papo dos estranhos cada vez menos estranhos, com a linda Viena como pano de fundo. Um filme delicado e apaixonante. O filme acaba e os telespectadores ficam sem saber se eles se reencontram ou não no futuro, já que combinam de se reencontrarem em seis meses. Esta pergunta é respondida 09 anos mais tarde, quando lançaram o filme "Antes do pôr-do-sol". “Antes do amanhecer" é um filme que encanta por ser um romance diferente, apostando não em clichês mas sim numa série de discussões sobre os mais diversos assuntos, que flui muito bem na história. É daqueles filmes que de início você não espera muito, mas que aos poucos e lentamente acaba te conquistando. Vários dos debates levantados na obra são realmente intrigantes e te fazem pensar sobre o assunto, mesmo após o término do filme. É o mais próximo que um filme consegue chegar em mostrar duas pessoas se apaixonando de verdade.

Antes do pôr-do-sol
A história se passa nove anos depois do primeiro encontro em “Antes do Amanhecer”. Exatamente o tempo decorrido entre um filme e outro. Essa passagem de tempo se traduz não apenas no rosto dos atores, mas também no amadurecimento de seus personagens. Nesta sequência, Jesse (o americano) se tornou um escritor e seu livro narra o romance de um dia que ele teve com a jovem francesa (Celine). Ele vai a Paris lançar o livro e lá a reencontra. Os dois saem para tomar um café e como no encontro anterior (09 anos antes), os dois iniciam um delicioso diálogo. O filme é rodado quase em tempo real, acompanhando a conversa do casal. Embora eles falem muito, o que fica nas entrelinhas é o que nos faz suspirar. Os atores Ethan Hawke e Julie Delpy passam uma realidade incrível desde a primeira troca de olhares. Todo mundo que já se apaixonou, sabe da dificuldade de se falar abertamente sem receios diante da pessoa amada. Aqui está um filme para ver, sentir e suspirar.

8 comentários:

  1. Vale indicar um filme muito lindo também: "Antes que termine o dia"! Bjs

    ResponderExcluir
  2. Adoro filmes de romance, o meu preferido: "Dolce Novembro" lindoooo
    beijos, Aline!
    Boa semana

    ResponderExcluir
  3. Obrigada pela dica Nara. Também gostei muito desse.

    ResponderExcluir
  4. Românica que sou, locarei os dois de uma vez tbm! Valeu a dica!

    ResponderExcluir
  5. Adolescente, vi Antes do Amanhecer algumas vezes, hoje, ao rever os filmes, consigo me identificar mais com Antes do Pôr do Sol. Mas ambos têm diálogos maravilhosos.

    ResponderExcluir
  6. Aline, vi os dois há muito tempo atrás.
    Gostei, mas sinceramente, não lembro muito da história. Talvez esteja na hora de rever.
    BjO*

    ResponderExcluir
  7. Também me identifico mais com Antes do Pôr do Sol. Talvez por não ser mais adolescente... Bom, os dois são lindos.

    Amélie: Veja novamente. Pelo que conheci de você através do seu blog (que amei) acho que vai gostar.

    ResponderExcluir