segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Amo-te

Amo-te enfim, de um calmo amor prestante
E te amo além, presente na saudade.
Amo-te, enfim, com grande liberdade
Dentro da eternidade e a cada instante."

Vinícius de Moraes

Nenhum comentário:

Postar um comentário