segunda-feira, 28 de março de 2011

A noite

Ela abriu a geladeira, mas não era comida que procurava
Ela percebeu como a noite pode ser cruel para quem ama
Ela entendeu que tudo não passou de uma ilusão
Ela procurou lembrar onde tinha errado e se tornado insuficiente
Ela fechou os olhos e pode ver que havia estado cega
Não era a escuridão da noite que a cegava e sim seu coração
Fechou a geladeira, olhou as estrela e pediu para que a noite fosse embora
Ela percebeu que tinha perdido a confiança no que mais acreditava
Ela entendeu que teria que aprender a viver sem você.

3 comentários:

  1. Às vezes a noite pode ser perturbadora. Noutras, conselheira.

    Bejo!

    ResponderExcluir
  2. É difícil aprender essas coisas. Mas a gente aprende!

    ResponderExcluir
  3. Aline,


    Muito bom seu texto.
    A noite realmente nos traz algumas verdades
    que ao dia nos recusamos ...
    Mas ela vai aprender e superar , tenho certeza !


    Bjo Grande.

    ResponderExcluir