quarta-feira, 15 de agosto de 2012

Imaginando....

Para meus olhos, seu rosto
Para meus cabelos, seu cheiro
Para minha boca, seus lábios
Para meus quadris, suas mãos
Para minhas mãos, seu corpo
Para meu corpo, você. 





7 comentários:

  1. Combina com o meu momento...

    ResponderExcluir
  2. adoro seu blog lindo

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Imaginação. Ato, ação, estímulo e prática de imaginar. Quando atuamos, agimos e praticamos o amor, então o imaginar é algo lindo a se realizar. É o constante zelo e preocupação. Amor como juíz e réu de sua própria causa: conjugar o verbo amar nas mais diferentes tensões e mais comoventes situações possíveis. Imaginar toca quem imagina, assim como toca o imaginado, desde que as imaginações sejam cúmplices de um amor compartilhado.

    Parece que alguém voltou a amar
    Parece que alguém voltou a desejar um amor para compartilhar
    Parece que alguém voltou a vida. Pois o que é viver sem amar?

    Amor sem vida é vida sem amor
    É vida sem temperatura
    É vida sem calor

    ResponderExcluir
  5. Sorte do cara que é a inspiração desse seu poema.
    Palavras belas como você.
    Parabéns.

    ResponderExcluir