sexta-feira, 16 de maio de 2014

Relato do que eu ainda não sei

Eu sei que ainda há muito a aprender e sentir. Lugares para viajar, sabores a experimentar e pessoas a conhecer. Aprendi até agora que entre o PARE e o SIGA, aqui dentro também há um sinal de alerta. Um amarelo piscante antes ignorado pelo meu imediatismo daltônico. Descobri que as minhas leis não são universais. E que é de direito de cada um reger seu próprio caminho. Aprendi que o amor é mais forte que o ódio, mas também que amar quem não merece ser amado é o mesmo que odiar a si mesmo. Só faz sofrer. Aprendi que egoístas serão sempre egoístas. Aprendi que os atos valem mais do que mil palavras. Aprendi que os amigos verdadeiros e a família são a base da vida de qualquer pessoa. Aprendi que estar junto, também pode significar se sentir só. Aprendi que quem não lhe dá valor, nunca merecerá seu carinho e atenção. Aprendi que o amor existe sim. A gente é que se confunde e acaba acreditando em miragens e castelos de areia que se desfazem com qualquer problema ou briga. Covardes fogem. Valentes lutam. 


O que eu ainda não sei é como algumas pessoas podem preferir o ódio a reconciliação. Levantar a voz ao invés de pedir perdão. Dar as costas ao invés de estender a mão. Ainda não sei como algumas pessoas podem ser tão cruéis com os sentimentos alheios. Ainda não sei como alguns podem fazer o mal só porque sabem que serão perdoados. Ainda não sei como lidar com pessoas que serão eternamente vítimas de si mesmas e que acham que o mundo e todos em volta são os vilões. Ainda não sei se essas pessoas poderão um dia acordar e sair da cegueira em que vivem. O que eu não sabia e que agora aprendi, é que não preciso entender e nem compreender essas pessoas. Basta ficar distante, e elas não poderão lhe fazer mal. 

4 comentários:

  1. O que eu nao sei e como pessoas assim, conseguem se aproximar de pessoas tao positivas e com energia maravilhosa como vc. Tua companhia vale ouro. Bjs. Rafa.

    ResponderExcluir
  2. tenho certeza de que vc ainda tem muitos lugares e pessoas a conhecer nessa vida. Vc merece tudo de bom nessa vida. Amiga bonita e talentosa! Bjs. Sasa.

    ResponderExcluir
  3. Esse tipo de pessoa não muda não. Seus relacionamentos duram no máximo 2 anos ou 3 e sempre aos trancos e barrancos... Nunca estão satisfeitos em emprego algum, mas também não gostam de se esforçar muito para ter algo melhor. Geralmente são pessoas mimadas e infantis emocionalmente. E como você mesma disse, se sentem as vítimas. São sempre certos. Nunca vêem as merdas que fazem. Tenho paciência não. Já cortei esse tipo ha muito tempo....
    Bjs
    Dani Medeiros

    ResponderExcluir
  4. Não sei o que é mais bonito nessa foto: você ou a paisagem. Lugar lindo. Mulher linda. Quanto ao texto, tem gente que não merece nem uma lágrima ou ruga. Tem gente que precisa crescer e tomar vergonha na cara. Tem gente que só vai perceber a merda que fez, quando ver o amor da sua vida se casando com outro (a). Enfim, são insetos em volta da lâmpada.
    Bjs,
    R.T.D.

    ResponderExcluir